Tags

, , , , ,

É do conhecimento público o imbróglio resultante dos buracos e mondrongos que enfeitam as vias do Distrito Industrial e fazem de motoristas, tanto de carros leves quanto pesados, potenciais pilotos de Fórmula 1, tamanha a destreza necessária para se desviar de tais obstáculos nas ruas e avenidas daquele bairro da zona Sul sem, por outro lado, danificar o veículo ou, pior ainda, sob o risco de atropelar alguém.

buraco-di-deputados350

Tais buracos e mondrongos deram origem a uma polêmica quando a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) resolveram fazer convênio para revitalizar as vias do Distrito Industrial com recursos que viriam do governo federal. Algumas ruas foram asfaltadas, mas o convênio virou polêmica e a superintendente Flávia Grosso findou por se exonerar da Suframa, em outubro de 2011, segundo ela, para se defender desse e de outros processos.

Mas os buracos e mondrongos do Distrito Industrial não têm como ser ignorados em função da importância que têm as vias do DI para escoar produtos made in ZFM, assim como para levar às fábricas os insumos necessários à produção.

Dessa forma, na semana passada, alguns deputados estaduais resolveram fazer algo até então insólito: propuseram, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), formar uma comitiva com o objetivo de inspecionar tais buracos e mondrongos. Informe-se: não há obras a visitar, mas sim, os próprios buracos.

Apenas para situar o leitor é bom dizer que a Aleam tem exatas 24 comissões permanentes, o mesmo número de deputados, quatro das quais – Comissão da Indústria, Comércio Exterior e Mercosul, Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável, Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos e ainda a Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade – relacionadas, de alguma forma, com as atividades das indústrias do Polo Industrial de Manaus.

No entanto, os deputados, apesar dessas comissões, resolveram que oito parlamentares: José Ricardo (PT), Alessandra Campêlo (PCdoB), Sabá Reis (PR), Augusto Ferraz (DEM), David Almeida (PSD), Wanderley Dallas (PMDB),Francisco Gomes (PSD) e Platiny Soares (PV) formariam comitiva para inspecionar os buracos na última sexta-feira, dia 18.

Nada contra a tal visita e às eventuais providências que possam surgir a partir daí, porém, como diz aquela expressão popular, “o buraco é mais embaixo”, ou talvez, mais em cima e, nesse caso, o que não falta é buraco para ocupar a agenda, não só dos deputados estaduais, mas também dos federais, dos senadores e, porque não incluir também os vereadores?

Só para não alongar o texto, basta dizer que um desse buracos é a interinidade do atual superintendente da Suframa, Gustavo Igrejas, que, caso não seja definido um titular para o cargo na próxima reunião do Conselho Administrativo da Suframa (CAS), deve fazer aniversário no próximo dia 10 de novembro.

Enquanto os esforços dos parlamentares e demais autoridades estiverem voltados para os buracos das ruas do DI, dificilmente a Zona Franca de Manaus e a própria Suframa poderão ser fortalecidas.

Publicação no Jornal do Commercio e Portal do Holanda em 22/09/2015

Anúncios